João Cabral de Melo Neto

João Cabral de Melo Neto

Compartilhe à vontade!!!

Trechos de poemas do mestre João Cabral de Melo Neto.

MORTE E VIDA SEVERINA

E se somos Severinos iguais a tudo na vida, morremos de morte igual, mesma morte severina: que é a morte que se morre de velhice antes dos trinta, de emboscada antes dos vinte, de fome um pouco por dia (de fraqueza e de doença é que a morte severina ataca em qualquer idade, e até gente não nascida).

Trecho do poema Morte e vida severina de João Cabral de Melo Neto.

 

A MULHER E A CASA

“exercem sobre esse homem
efeito igual ao que causas:
a vontade de corrê-la
por dentro, de visitá-la.”

In: MELO NETO, João Cabral de. Obra completa: volume único. Org. Marly de Oliveira. Rio de Janeiro: Nova Aguilar, 1994. p.241-242. (Biblioteca luso-brasileira. Série brasileira
Foto: Divulagação

Sobre o Autor

Café com Poemas administrator

1 comentário até agora

Maria Lídia AssisPostado em11:51 am - set 16, 2019

Obrigada pelas Vossas postagens!! Muito interessantes, sempre….

Deixe uma resposta