Categoria Antonio Santana

Entrevista – Dez perguntas para um candidato a vereador em Condeúba

As eleições municipais vêm chegando e, com isso, surge a necessidade de conhecer as propostas dos candidatos a vereador no município de Condeúba.

Apesar do pouco tempo que falta para as eleições deste ano, abrimos um diálogo com os representantes a cargo eletivo do referido município. E nossa primeira abordagem vai ser com o candidato Antônio Santana.

Professor, poeta, escritor, Antônio da Cruz Santana nasceu na cidade de Saubara, na Região do Recôncavo Baiano, em 9 de abril de 1971. Em 2005, mudou-se para

Condeúba/BA, onde graduou-se em Pedagogia pela Faculdade Internacional de Curitiba – FACINTER. Nessa mesma cidade, fez pós-graduação em Gestão do Trabalho Pedagógico: supervisão e orientação escolar – EAD Lato Sensu e lecionou as disciplinas de História e Geografia no Ensino Regular e no Projeto – EJA (Educação de Jovens e Adultos), na Escola Estadual Tranquilino Leovigildo Torres. Nas eleições municipais de 2004, concorreu pelo PTC (Partido Trabalhista Cristão) ao cargo de vereador do município de Saubara/BA. Em 2008, também pelo PTC, concorreu ao mesmo cargo no município de Condeúba/BA. Cursou Teologia pela Diocese de Caetité/BA.

Participou do XXII Curso de Verão promovido pelo Centro Ecumênico de Serviços à Evangelização e Educação Popular (CESEEP) – PUC-SP, em janeiro de 2009, e do XXIII, em 2010. Lecionou Língua Portuguesa e Literatura Brasileira no Colégio Estadual de Condeúba, curso Ensino Médio, no período de 2010 a 2013. Exerceu a função de Vice-diretor na escola Municipal Eleutério Tavares, nos anos de 2013 e 2014. Participou, em 2015, do curso de

Capacitação para auxiliares das bibliotecas públicas da Bahia, realizado pelo Instituto Anísio Teixeira ISEC-BA; É membro-conselheiro do Conselho Municipal de Saúde de Condeúba-Ba e presidente do Conselho Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente de Condeúba (BA). Suas poesias “Amor do Sertão” e “Condeúba Terra Boa” rendeu-lhe homenagem da Câmara Municipal de Vereadores de Condeúba/BA, em votação plenária do dia 16 de maio de 2007, com a Moção de Congratulação.

Antes de iniciarmos a entrevista, gostaríamos de deixar aberta também a possibilidade (convite) para outros candidatos ao cargo de Vereador poderem também se manifestar e responderem as mesmas perguntas direcionadas ao Candidato Antônio Santana. As perguntas foram retiradas com bases em outras entrevistas e de debates pertinentes às demandas políticas locais.

 

Perguntas:

1. Candidato, por que o senhor quer ser vereador?

R: Quero ser vereador para me comprometer em cumprir o papel do vereador de fato de legislador, de fiscalizador do Poder Executivo e propor projetos de lei que não onerem os cofres públicos do Município de Condeúba.

2 .  Qual será realmente a sua área de atuação? A quem o senhor representará de fato na política de Condeúba?

R: Pretendo, se eleito for, atuar nas áreas de Educação e de Cultura do Município. Agora, vou priorizar duas categorias que normalmente andam esquecidas que são: os adolescentes e os jovens com relação às políticas públicas como arte, cultura, desporto e lazer.

3. O senhor já tem um Projeto de Lei para apresentar nos primeiros dias de mandato? 

R: Um projeto pronto não. Eu tenho um esboço de um Projeto Musical Cantando na Praça, com o objetivo de valorizar os artistas do nosso município, e ao mesmo tempo, promover renda para pessoas do ramo comercial, bem como alegrar as nossas tardes e noites de sábado e domingo da cidade e também da zona rural.

4. O senhor faz campanha com dinheiro público, recursos próprios ou doação de pessoas físicas? Quanto deverá custar a sua campanha?

R: Estou fazendo esta campanha com muita dificuldade justamente por falta de dinheiro. Investir inicialmente R $ 200,00, e posteriormente recebi do Fundo Partidário pelo PSOL por meio de propaganda de santinhos. Sem veículo e sem condições financeiras, fiz grande parte da minha campanha caminhando pelas ruas e casas do centro da cidade pedindo votos.

5. O que o senhor pensa sobre a questão do meio ambiente para a cidade de Condeúba? Tem alguma proposta nesse sentido?

R: Penso que devemos cuidar das nossas matas, dos nossos rios, açudes e lagos para preservá-los e conservá-los como parte importante da natureza e para a sustentabilidade de gerações futuras de Condeúba.

PROPOSTA:
Criação de um Projeto de Lei Municipal de arborização e reflorestamento de todo o território municipal, aonde houver locais de desmatamento de matas e florestas devastadas pela ação humana.

6. O que Condeúba tem de melhor? E o que ainda falta melhorar, na opinião do senhor?

R – Condeúba tem de melhor: a hospitalidade e o acolhimento do seu povo. Falta melhorar em muitos aspectos, mas em especial a forma de Pensar e de Fazer POLÍTICA. Aqui, infelizmente, ainda se pratica um Sistema Político Oligárquico de perseguir, excluir e marcar pessoas quando se posicionam contrárias as ideologias do Gestor Municipal.

7. Sabemos que na questão cultural, Condeúba sempre foi uma cidade atrativa, com um produto artístico muito diversificado, com pessoas e artes a serem exploradas, porém, como a maioria das cidades pequenas, a cultura nunca foi o foco principal de motivação política. Como o senhor enxerga essa questão?

R: Sabemos que todo gestor público têm as suas prioridades, é claro que a cultura, não somente em Condeúba, como também em nível de Brasil, não se dá o merecido valor. Agora, espero, se eleito for, lutar por investimentos das políticas públicas, acima relacionados não por um favor do prefeito municipal, mas por um direito constitucional na aplicabilidade dos recursos destinados à cultura.

8. Qual a sua visão sobre a áreas sensíveis e de fundamental importância como a saúde, educação, infraestrutura? Por exemplo, é uma vergonha uma cidade como Condeúba em pleno século vinte um, ainda não ter uma rodoviária. Um lugar apropriado para embarque e desembarque, sujeitando-se às pequenas agências, onde pessoas e objetos se aglomeram em lugares inapropriados, sujeitos a todos os tipos de riscos e desconforto. O senhor pretende apresentar propostas nesse sentido? Ou até mesmo abrir audiências públicas para se buscar a viabilidade de propostas como essas?

R: Acredito que esta é uma questão de extrema necessidade para os usuários do transporte público de Condeúba. Irei me empenhar e lutar para que o mais breve possível a prefeitura possa construir esta rodoviária. Penso até mesmo que se dispensa audiência pública pela urgência, é claro que eu não sou contrário à convocação da mesma.

9. Candidato, diferente da politicagem que é a parte podre, onde as pessoas usam da política em benefício próprio ou de outrem. As pessoas, principalmente os jovens, precisam se inteirar da pratica saudável de fazer política, a começar que esta, nada mais é, do que o ato de escolher, exercer, cobrar, pensar. Porque se deixarmos o barco correr, pessoas oportunistas, ultrapassadas, politiqueiras sempre farão partes desse cenário e as coisas continuarão sempre do mesmo jeito. Qual a sua visão sobre a participação política em uma cidade como Condeúba?

R: Para mim, é sempre um desafio muito grande participar de um pleito eleitoral, por vários motivos:
O primeiro motivo é o financeiro, que infelizmente ainda dita a regra suja do jogo da troca e da compra de votos.
O segundo motivo é talvez o pior que é a falta de politização do nosso Povo que ainda define o VOTO não como um direito democrático, mas sim como um pagamento de favores intermináveis a determinado candidato (a) a vereador ( a) que infelizmente acontece em todo o município de Condeúba, inclusive no pensamento de alguns jovens que ainda acompanham a orientação política de seus pais.

10. Para concluirmos gostaria de perguntar qual a função de um vereador?

R: De acordo com a Lei Orgânica Municipal ( Promulgada em 1 de novembro de um 2018), no Art. 25.Cabe à Câmara Municipal, com sanção do prefeito, dispor sobre todas as matérias da competência do Município, especialmente sobre:

IX. Julgar anualmente as contas do prefeito e apreciar os relatórios sobre a execução dos planos de governo;

XI. Fiscalizar e controlar, diretamente os atos do Poder Executivo, incluídos os de administração indireta;

XIII. Apreciar os atos de concessão ou permissão de serviços de transportes coletivos; dentre outras atribuições do ( a) vereador ( a).

PROPOSTAS:

Na Educação, lutar por uma remuneração digna para todos os professores e demais profissionais da educação do município;

Na Saúde, lutar sempre pela melhoria do atendimento médico, hospitalar e sanitário da população condeubense;

Na Cultura, reivindicações através de requerimentos ao Poder Executivo para a construção de um Centro Cultural com o objetivo de concentrar todos os pequenos e médios eventos de arte, dança e música, bem como a construção de um Ginásio de Esportes para uma prática esportiva com liberdade, conforto e segurança para atletas e profissionais da área.

 

Deixe aqui suas propostas e mensagem final.

 

R – A mensagem que eu deixo é de as eleições ocorram na maior transparência possível. Que o povo não só faça como promova justiça nas urnas eletrônicas no próximo domingo, 15 de novembro de 2020. Espero que saíamos vencedores, Ângela Cruz para Prefeita número 40, e o Professor SANTANA, vereador número 50888.
Muito obrigado, Leandro Flores pela oportunidade de ser entrevistado.

 

Nós que agradecemos, cadidato! E desejamos boa sorte! 

Mais uma vez, ressaltamos que o espaço, neste blog, está aberto também para outros candidatos a vereadores (no Município de Condeúba, nas eleições de 2020) que queiram se manifestar e apresentar suas propostas, seguindo a mesma dinâmica de perguntas oferecidas para esta entrevista.

Antônio Santana – Pai!

Aquele que cuida, ama e protege a sua família.
Aquele que administra a casa junto com sua esposa,
Aquele que luta dia após dia para buscar o pão para seus filhos.
Pai aquele que ama sem medir esforços
Aquele que por amor aos filhos trabalha
Incansavelmente para dar-lhes o melhor
Pai aquele que sofre junto e sorri junto
Nos melhores e piores momentos da vida de um filho.
Pai que para o filho não tem preço,
Que reconhece no seu pai o valor de um homem batalhador,
Trabalhador, lutador, parceiro e guerreiro.
PAI que a exemplo de Jesus Cristo,
Não abandonou os seus discípulos,
Nem mesmo quando caíram na fé.
Que seja um pai herói na virtude e na atitude,
De como um filho deve prevalecer.
Na família, na sociedade e no mundo que nos cerca.
PAI palavra de ordem
E de respeito profundo que tantos homens
Não conseguem alcançar.
Então, digamos no dia de hoje:
Meu querido pai, meu papai, meu papaizinho,
Meu paizão e o nosso Grande Pai.
Na sua infinita Misericórdia,
Ele que é o nosso Deus todo Poderoso.

Que Deus abençoe todos os pais!

FELIZ DIA DOS PAIS!

UM GRANDE ABRAÇO!

ANTÔNIO SANTANA,
Escritor e poeta.
Condeúba – Bahia.

Antônio Santana: Quanto custa um voto?

Na Grécia antiga, a palavra política ( polítikós) referia-se às questões relativas à vida da cidade.

A política não era uma atividade qualquer: dela dependia a organização cotidiana e o futuro da pólis ( cidade-Estado). Por isso, participar da política era uma atividade constitutiva do cidadão, ou seja, não seria um cidadão se não se interessasse pela política e a praticasse.

No Brasil, vivemos em um Sistema politicamente democrático em que o voto ainda é a nossa principal ferramenta que nos permite fazer escolhas e tomada de decisão que somente acontecem a cada quatro anos por meio de eleições diretas gerais presidenciais ou municipais. É o processo pelo qual permite-nos exercer o nosso voto de maneira livre e consciente ou ( inconsciente) para lutar ou ( desistir) por um município, estado ou país cada vez mais desenvolvido e melhor pra se viver com dignidade e respeito com todos que fazem parte de uma mesma história com capítulos distintos, porém, participes de uma mesma Sociedade.

Para orientar a nossa reflexão, viajei pelas ondas da filosofia abordando duas questões interessantes os valores e as escolhas. Quando temos que decidir entre uma opção é outra, entre duas ou mais possibilidades, nós avaliamos, isto é, comparamos os prós e os contras e atribuímos diferentes valores a cada uma delas. Então, escolhemos aquela que nos parece mais apropriada às circunstâncias analisadas; ou, dizendo de outra forma, escolhemos aquela que nos parece ter mais valor.

Portanto, vender ou trocar o voto como se fosse mercadoria além de ser ilegal e imoral, é contribuir para a continuidade da corrupção onde tanto quem vende como quem compra ou negocia votos, são corruptos. Esses tipos políticos e eleitores, certamente que não têm nenhum compromisso com a sua cidade.

Por isso, antes de garantir ou creditar o seu voto ao candidato ( a) a prefeito ( a) e a vereador ( a), análise as suas idéias, propostas e projetos porque é daí que você perceberá qual a sua intenção no desejo ao cargo. Desconfie sempre daquele ( a) candidato (a) que lhe oferece alguma coisa pois ninguém deve garantir aquilo que ainda não tem.

Diante desta reflexão, cabe-nos perguntar: Quanto custa o seu voto para o município?

PENSE NISSO!

Um grande abraço!

PROFESSOR SANTANA,
Escritor e poeta.
Condeúba – Bahia.

 

Antônio Santana é também Coordenador do Mov. Café com Poemas em Condeúba/BA

Antônio da Cruz Santana nasceu na cidade de Saubara, na Região do Recôncavo Baiano, em 9 de abril de 1971. Em sua cidade natal, fez o curso primário, na Escola Estadual Professor Caio Moura, e o ginásio, no Centro Educacional Cenecista de Saubara.

Leia mais…

 

 

Eleições Municipais – 2020: A dura realidade dos pequenos municípios brasileiros

Estamos nos aproximando do pleito eleitoral em que a história parece se repetir, mais um ano difícil de pandemia do coronavírus ou COVID – 19, que acontecerá eleições municipais para (re) eleger vereadores (as) e prefeitos (as) nos 5.570 municípios brasileiros.

É um momento eleitoral diferente das eleições presidenciais, gerais e convencionais que ocorreram em nosso país, no ano de 2018. A população brasileira de modo geral, em cada um dos municípios em particular, precisa fazer uma breve reflexão acerca das escolhas democráticas pela opção de candidatos ( as) que de fato reúnem habilidades e competências para assumirem as respectivas funções as quais pretendem concorrer neste ano. Entretanto, a responsabilidade com o município não é somente dos políticos, mas também de todos nós que somos cidadãs e cidadãos da sociedade com direitos e deveres iguais para o bom funcionamento da máquina pública.

Por isso, é de grande importância para o eleitor ( a) não eleger pessoas que não apresentam nenhum preparo intelectual, ético, moral e espiritual para exercer os cargos públicos de tamanha grandeza no seu município ou cidade.

Vale salientar, que infelizmente as nossas cidades têm sofrido muito nos últimos anos pelas nossas péssimas escolhas principalmente, para o Poder Legislativo Municipal. Muitas vezes, votamos de maneira equivocada por amizade, parentesco e coleguismo em vereadores (as) que não têm a maior condição de nos representar no parlamento.

Diante desta reflexão, devo dizer-lhes que todos nós somos co – responsáveis pelo sucesso ou pelo insucesso dos nossos municípios, desde que votamos de forma responsável ou irresponsável em candidatos ( as) sem compromisso com o Bem Comum. E para isso, não precisamos mergulhar na história política do Brasil, que os exemplos de maus políticos estão em evidência.

PENSE NO SEU MUNICÍPIO ANTES DE VOTAR!

 

Antônio Santana
Professor, escritor e poeta.
Condeúba – Bahia

 

 

*Acompanhe-nos também pelas redes sociais:
FACEBOOK  (clique)
INSTAGRAM  (clique)

 

 

Antonio Santana é também Coordenador do Mov. Café com Poemas em Condeúba/BA

Antônio da Cruz Santana nasceu na cidade de Saubara, na Região do Recôncavo Baiano, em 9 de abril de 1971. Em sua cidade natal, fez o curso primário, na Escola Estadual Professor Caio Moura, e o ginásio, no Centro Educacional Cenecista de Saubara.

Leia mais…

 

 

Antônio Santana – O que é cultura?

No Brasil, não é somente necessário garantir os Direitos Fundamentais dos cidadãos pela Constituição Federal de 1988, como também o Poder Público deve oferecer – lhes as demais condições para exercê – los. Portanto, é interessante compreender que cultura nos apresenta vários conceitos. Como: “Todo complexo que inclui o conhecimento, a arte, as crenças, a lei, a moral, os costumes e todos os hábitos e aptidões adquiridos pelo ser humano não somente na família, como também por parte de uma sociedade da qual é membro”. Cultura também definida em ciências sociais, aprendidas de geração em geração através da vida em sociedade.

No entanto, o que se pode observar é tamanha dificuldade encontrada nas prefeituras de cidades do interior do Brasil, a exemplo de Condeúba, na Bahia, quando se trata de investimentos à Cultura. São milhares de crianças, adolescentes, jovens e também adultos que procuram desenvolver as suas habilidades na arte, nos esportes, na cultura e na literatura, porém, não conseguem nenhum tipo de suporte técnico e apoio financeiro do Poder Público Municipal.

Vale ressaltar, que tanto a Filosofia quanto a Sociologia, conceituam à Cultura intrinsecamente relacionada ao comportamento e ao convívio do homem na sociedade.

Nessa perspectiva, se percebe angústias, decepções e insatisfações por parte dos artistas profissionais e amadores ou em formação que querem produzir arte, mas não conseguem desenvolver suas habilidades e/ou talentos por ausência de políticas públicas de governos que não ofertam a esta categoria.

Nesse sentido, torna-se cada vez mais difícil repensar ou reescrever a história do Brasil, sem passar por uma educação que se proponha a trabalhar na transformação intelectual dos indivíduos através da leitura, da arte e da literatura.

Abrindo novos caminhos para formar cidadãs e cidadãos humanamente melhores, politizados, conscientes de seus direitos e deveres para com a sua Pátria, visando uma sociedade crítica, solidária e fraterna para todos.

 

 

Antônio Santana
Professor, escritor e poeta.
Condeúba – Bahia

Antonio Santana é também Coordenador do Mov. Café com Poemas em Condeúba/BA

Antônio da Cruz Santana nasceu na cidade de Saubara, na Região do Recôncavo Baiano, em 9 de abril de 1971. Em sua cidade natal, fez o curso primário, na Escola Estadual Professor Caio Moura, e o ginásio, no Centro Educacional Cenecista de Saubara.

Leia mais…

O desejo de estar com você: Antônio Santana

Quantas vezes eu penso em você,
Quantas vezes eu sofro sem você.
Ah, os teus carinhos e os teus beijos,
A tua pele macia como algodão!
O teu rosto liso e quente como uma semente,
A tua boca ardente por um beijo meu.
Os teus olhos a brilharem de amor,
E o meu corpo a estremecer de tanto prazer.
De estar a cada dia mais perto de você,
De lhe agradecer por viver e tudo por me fazer.
O nosso amor acontecer para valer,
De poder me apaixonar de vez por você.
Poder chorar a sua ausência sem paciência,
Daquela vontade danada de o dia amanhecer.
Somente para eu ligar para você,
De poder te amar com todo o prazer.
De adormecer no interior do teu amadurecer,
Com o orvalho de um dia a felicidade corresponder.
Enquanto eu me preparo para te receber,
De viajar pelo teu corpo inteiro e nos teus seios me perder.
De desejar em todos os momentos do nosso prazer,
Em todos os dias poder dormir e acordar com você.

Feliz Dia dos Namorados!

Antônio Santana,
Escritor e Poeta.

 

Foto: Pixabay

HOMENAGEM AO DIA MUNDIAL DO MEIO AMBIENTE

HOMENAGEM AO DIA MUNDIAL DO MEIO AMBIENTE

EDUCAÇÃO AMBIENTAL

Vamos refletir e observar
Como a cidade pode se estruturar
Com o meio ambiente limpo e sadio
Podemos ainda salvar o rio.

Com uma educação ambiental
Funcionando de verdade
Tem-se alimento com qualidade
Para atender toda a sociedade.

Educação e consumo sustentável
Preparam melhor a grande cidade
Para lidar com a sociabilidade
Com políticas públicas de responsabilidade.

A energia gerada na comunidade
Para servir a toda a popularidade
Que mora no campo e na cidade
Para servir com mais liberdade.

A criança ao estudar
Garante um bom futuro plantar
Onde o jovem possa trabalhar
Para o seu país transformar.

A Educação Ambiental,
Praticada na fazenda ou no quintal,
Serve para alimentar o homem e o animal
Desde o modo primitivo ao modelo industrial.

Antônio Santan

 

Antonio Santana é também Coordenador do Mov. Café com Poemas em Condeúba/BA

Antônio da Cruz Santana nasceu na cidade de Saubara, na Região do Recôncavo Baiano, em 9 de abril de 1971. Em sua cidade natal, fez o curso primário, na Escola Estadual Professor Caio Moura, e o ginásio, no Centro Educacional Cenecista de Saubara.

Leia mais…

Poetas homenageiam a cidade de Condeúba

Em comemoração aos 159 anos de emancipação política da cidade de Condeúba, interior da Bahia, os poetas Leandro Flores e Antônio Santana fizeram homenagens a essa encantadora cidade, confira:


 

 

 

BEM VINDO À CONDEÚBA

 

Declaro o meu amor

A esse lugar tão encantador

Que se chama Condeúba.

Cidade mãe, cidade linda,

Para quem já conhece.

Para quem não conheceu ainda,

Condeúba tem muito a nos ensinar.

Sua história, seu povo,

Sempre tem algo a contar.

Venha visitar Condeúba,

Você vai se apaixonar.

Pela cultura, pela história,

Pela beleza desse povo:

Grande de alma e coração.

Condeúba é uma joia perdida,

Escondida nas entranhas

Desse imenso sertão.

(Leandro Flores)

Condeúba é a cidade de coração do poeta. Foi lá onde Leandro passou a maior parte de sua vida e escreveu suas mais belas histórias, como no texto acima, escrito em 2014, evidentemente, sem o clima de “porteira fechada”, como este que estamos vivendo por conta da COVID-19. Mas, de toda forma, passado essa fase ruim, certamente a cidade terá o maior prazer em receber as pessoas, sempre com boas-vindas, igualzinho no poema.

Leandro Flores é fundador e produtor dos Projetos ligados ao Café com Poemas.

 

Jornalista, Sertanista, Comendador, Poeta, Editor de Livros e Revistas e Designer Gráfico. Leandro é autor dos livros “Sorriso de Pedra – A outra face de um Poeta” e “Portfólio: Traços e Conceitos”.

É membro-fundador da Academia de Letras do Sertão Cultivista, membro da CAPPAZ – Confraria Artistas e Poetas pela Paz, além de outras instituições Acadêmicas pelo país. Também é Coordenador e Idealizador do Movimento Cultivista Brasileiro e do Projeto Cartas e Depoimentos. Já fez participações em dezenas de antologias poéticas, além de ORGANIZAR e AUXILIAR outras publicações. Leia mais…

 


Antônio Santana
Também, quem homenageou Condeúba foi o poeta Antônio Santana, nosso coordenador local do Movimento Cultivista (Café com Poemas). Morador da cidade há vários anos, Santana é um declarado amante da cidade. Escreveu vários livros e é um incansável articulador cultural na região. Confira a homenagem: 

 


 

 

CONDEÚBA

Do chão seco sem chuva
Da mata verde como uma uva
Do inverno que chega sem chuva
Do verão sem vento com resfriamento.

A primavera dos bons momentos
Um rio que seca sem ressentimento
Um convite de casamento
A tradição dos velhos tempos.

O barro seco do esgotamento
O discurso do juramento
Da barragem de cimento
Condeúba do meu pensamento.

Da mata sem idade
Do povo da saudade
Do baile da terceira idade
No Centro Cultural da cidade.

(António Santana)

 

 

 


 

homenagem santana a Condeúba poeta café com poemas

homenagem santana a Condeúba poeta café com poemas

 

Antonio Santana é também Coordenador do Mov. Café com Poemas em Condeúba/BA

Antônio da Cruz Santana nasceu na cidade de Saubara, na Região do Recôncavo Baiano, em 9 de abril de 1971. Em sua cidade natal, fez o curso primário, na Escola Estadual Professor Caio Moura, e o ginásio, no Centro Educacional Cenecista de Saubara.

Leia mais…

Leia também:

1º Encontro do Movimento Cultivista (Café com Poemas) em Condeúba/Ba

No dia 17 de janeiro, aconteceu mais um Encontro do Movimento (ao Cultivismo) CAFÉ COM POEMAS de Condeúba/BA.

Em uma Confraternização recheada de boas-vindas aos trabalhos de 2020, os membros atuantes Políbio César e Regina Célia proporcionaram aos participantes uma noite agradável e muito aconchegante em sua casa, pela qual, todos se alegraram.

Dando início à programação, o Coordenador Antônio Santana agradeceu a participação de todos e os convidou para se deliciar e apreciar momentos culturais como estes em nome do Movimento Café com Poemas a fim de resgatar a sensibilidade e fortalecer a cultura literária em nosso município.

Regina Célia e Políbio, no momento de fala, agradeceram a presença de todos e em especial, de três alunas que aceitaram o convite para recitar poesias do Sarau Literário Fundo de Quintal, promovido por ela, no Colégio Alcides Cordeiro.

Em seguida, foi a vez da POESIA tomar o seu lugar, com muito encanto poético e reflexões filosóficas que, espontaneamente, foram surgindas, retiradas das obras dos poetas: Mário Quintana, Bráulio Bessa, Cora Coralina, etc… E não poderia faltar também, as poesias dos nossos Poetas locais: Leandro Flores, Edson Silveira, Antônio Santana, Mariana Penides, além, de poesias da obra literária do Projeto Revelando Escritores do município de Condeúba, através dos idealizadores: Jovino Coutinho, Ângela Cruz, Antônio Santana e Laurita Sousa.

Texto escrito por Mariana Penides

Confira algumas fotos: