Categoria Antonio Santana

Inscrições abertas para a nova coletânea literária do Mov. Cultivismo Brasileiro, participe!

399views

O Movimento Cultivista Brasileiro, conhecido como Movimento Cultivista Café com Poemas, no seu propósito de promover a
literatura nacional entre escritores e leitores, parte para mais uma coletânea
de alta qualidade, fortalecendo, assim, a credibilidade que vem sendo conquistada
desde 2013, buscando promover autores que desejam uma oportunidade para
divulgar sua arte.
Esta coletânea de poesias, intitulada: “Movimento Cultivismo Brasileiro, Poetas Ilustres, 1ª ed.”  tem temas variados e é destinada a autores
brasileiros de qualquer idade.

A editoração e impressão serão realizadas pela Editora e Livraria Novos
Sabores Publicações.

A organização será de Leandro Flores e Priscila
Mancussi, com a colaboração dos coordenadores dos Movimentos Cultivistas no Chile (Celeste Farias), Movimentos Cultivistas de Sorocaba/SP (Priscila Mancussi), Condeúba/BA (Antônio Santana e Regiane David), Imbituba/SC (Débora Gonçalves), Blumenau/SC (Mara Gimenez), Manaus/AM (Dra. Rosiane Pinheiro), Lauro de Freitas/BA (Hélen Catharine) Joiville/SC (Movimento Cultivista Jovem, coordenado por Simone Moises)

 

Inscrição aqui

 

Confira abaixo o edital:

I – Objetivo

Estimular a produção literária nacional, proporcionar visibilidade a autores
nacionais, valorizar talentos, fomentar a arte por meio da poesia e incentivar
a leitura entre os próprios escritores, os leitores consumidores e os leitores
em potencial.

II – Dos Requisitos

Estão aptos a participar os autores residentes ou naturais do Brasil, de
qualquer idade, sendo que autor menor de idade deve ser representado por
seu representante legal que deverá fornecer autorização escrita no ato da
inscrição (CLIQUE AQUI PARA BAIXAR A AUTORIZAÇÃO).

III – Do Formato

Formato físico: 15,0 x 21,0 cm CAPA: Cartão supremo 250g/m² 4 x 0 + ORELHA:
7cm LAMINAÇÃO: Fosca. MIOLO: 100 páginas em offset 75g/m² 1 x 1
ACABAMENTO: Colagem PUR + Refile + Shirink Individual.
Poderá, também, ser publicada em formato digital.

IV – Da Seleção

Serão selecionadas poesias, conforme as inscrições e quantidade de
páginas. Os textos serão de temática livre, analisadas pelos organizadores
do projeto.

V – Da Obra

As poesias e suas variações devem observar o limite máximo de 20 linhas,
contados os espaços, em fonte Times New Roman, tamanho 12, sem inserção de
imagens (A não ser que seja solicitadas posteriomente pelos organizadores), fotos ou qualquer outro tipo de mídia, e estar obrigatoriamente em formato
de texto editável (Word, preferencialmente).

A obra deverá conter título e nome ou pseudônimo do autor; recomenda-se, também,
que o autor observe e providencie as correções ortográficas de cada texto enviado.

O participante declara ser sua a autoria, livre de plágio abstendo-se de qualquer
declaração caluniosa ou difamatória; Da mesma forma, adotará conduta que não
infrinja qualquer direito de propriedade intelectual, comercial ou industrial de terceiros.

Enviaremos um arquivo em PDF, quando a obra estiver sendo executada pela editora,
com o texto diagramado, para retorno com a aprovação ou eventuais correções.

Paragrafo Único: A editora Novos Sabores Publicações terá toda liberdade, no
processo de editoração, para corrigir, reduzir ou modificar os textos selecionados,
desde que envie antecipadamente em duas etapas para retificação ou ratificação do
autor, respeitando também a individualidade, criatividade e licença poética de cada
obra e de seu autor.

VI – Da Inscrição

O processo de inscrição é pelo formulário virtual. O escritor deverá anexar
documento de identificação social, foto para publicidade no formulário de inscrição.

Recomenda-se que o autor envie uma pequena informação biográfica, de no
máximo 5 linhas. O que exceder esse limite poderá não ser publicado por falta de
espaço.

O prazo de submissão inicia dia 23 de junho de 2023 e segue até o dia 18 de agosto de 2023 (prazo prorrogado).

VII – Do Investimento

O autor selecionado se compromete a contribuir com o valor simbólico  de R$50,00
(cinquenta reais) por página com direito a 1 (um) exemplar ou R$100 (cem
reais) com direito a 3 (três) exemplares e 2 páginas (COM FRETE INCLUSO).

Os valores poderão ser depositados na seguinte conta:

Novos Sabores Publicações
Banco 336 – Banco C6 S.A
Agência: 0001
Conta Corrente: 15928254-3

Pix CNPJ: 40813046000144

*Outras informações de contas e agências poderão ser disponibilizadas.

Favor entrar em contato por e-mail:
mov.cafecompoemas.sorocaba@gmail.com

ou através dos telefones:
71 991535442 ou 15 988094331

Não haverá cessão de Direitos Autorais, ou seja, os trabalhos continuarão
pertencendo a seus autores, entretanto, estes autorizam a comercialização
de sua obra através da Coletânea, abdicando de qualquer remuneração sobre
sua obra.

VIII – Distribuição dos livros

Cada autor receberá seu/seus exemplar/es do livro físico por página
contratada, conforme a opção escolhida no item VIIII.

Os livros poderão ser distribuídos pela NS Publicações em site oficial ou
eventos literários, desobrigando o autor de vender ou adquirir exemplares,
embora estimulado a divulgar para ampliar sua própria visibilidade, bem como
a de outros autores participantes e da própria literatura.

IX – Resultado

Os autores selecionados serão notificados via e-mail e/ou WhatsApp
informado na ficha de inscrição.

X – Disposições Finais

As datas definidas neste regulamento podem ser alteradas e serão
informadas em tempo hábil. As reimpressões devem ter anuência e condução
da Editora NS – Publicações.
As questões não previstas neste regulamento serão resolvidas pelos
organizadores.
Solicitações de informações adicionais em caso de dúvidas deverão ser
formalizadas pelo e-mail .
O ato de inscrição caracteriza concordância e anuência aos critérios deste
regulamento, autorização do uso da imagem e nome do autor por NS Publicações e
o recebimento de e-mail e mensagens via whatsapp para tratar da coletânea.

Este regulamento entra em vigor na data de sua divulgação.

 

Poeta Antônio Santana presta homenagem à Saubara pelos 34 anos de emancipação politica

PARABÉNS SAUBARA PELA PASSAGEM DO SEU ANIVERSÁRIO DE EMANCIPAÇÃO POLÍTICA E ADMINISTRATIVA

Para homenageá-la o professor, escritor e poeta saubarense ANTÔNIO SANTANA, escreveu esta poesia com muito carinho retratando um pouco da vida do povo do seu município. Desejando sempre que os seus gestores (as) possam cuidar da saúde, da educação, da cultura, da arte e do turismo na perspectiva de desenvolver o nosso município em todos os seus aspectos.

A VIDA EM SAUBARA

Saubara uma cidade de muita tranquilidade,
De pessoas que trabalham com dignidade,
Tendo a pesca como a sua principal atividade,
Lugar onde se criam laços de amor e amizade.

Saubara, Terra do respeito e da hospitalidade.
Lugar que o munícipe ama de verdade,
Terra de boa inspiração e espiritualidade,
De um povo que vive com muita qualidade.

A vida em Saubara,
Quando brincávamos na Rua da Vala.
Das fortes chuvas de relâmpagos e trovoadas,
Que escureciam tudo e amedrontava
A nossa criançada.

Saubara da excelente educação,
De escolas que formaram bons cidadãos.
Cidade de um bom nível de escolaridade,
Que preparou grandes homens e mulheres
Para servirem com vontade a sociedade.

Ser saubarense é um orgulho de poucos,
Desde os tempos do saudoso “Zé do Caroço”.
Onde criar filho era mesmo um sufoco.
Comprava a farinha e não sobrava troco.

ANTÔNIO SANTANA,
Poeta Saubarense.
Saubara – Bahia

Encontro poético em Condeúba – 27-05-2023

O Movimento Cultivista Café Com Poemas de Condeúba/BA, realizou na noite deste sábado, 27 de maio de 2023, no Restaurante Praça X, localizado à Praça Jovino Arsênio da Silva Filho, mais uma edição do Encontro Literário Café Com Poemas, que contou com a ilustre presença do escritor e poeta Leandro Flores.
O evento contou com a participação de poetas condeubenses, amigos e convidados embalados por uma trilha sonora Internacional aconteceu uma belíssima noite de declarações e recitais de poemas e poesias, bem como discussão de projetos culturais e literários com foco no incentivo à leitura de crianças e adolescentes como prioridade na formação de novos leitores e escritores do Município de Condeúba.
A coordenação do Movimento Cultivista Café Com Poemas, agradece a todas as pessoas que se fizeram presentes ou representadas neste evento.

 

A LITERATURA BRASILEIRA EM DESTAQUE INTERNACIONAL

346views

A literatura como a arte das letras, a arte de poetizar, de escrever versos, de declamar poemas, poesias, de produção textual, dentre outros gêneros literários.
A literatura como a arte das letras, a arte de poetizar, de escrever versos, de declamar poemas, poesias, de produção textual, dentre outros gêneros literários.
Foi nessa perspectiva, que os escritores/poetas brasileiros Antonio Santana e Leandro Flores, como convidados especiais participaram do Programa “Conversando com Isabel” com a co-apresentação da nossa querida escritora brasileira Celeste Farias, pela TV canal 53 e pelas redes sociais, que foi exibido no dia 14 de abril de 2023, no quadro “Puente de Culturas” que faz parte de um Convênio de Colaboração Binacional entre Brasil e Chile.
O evento foi muito importante para dar maior visibilidade aos nossos trabalhos literários, com o Movimento Cultivista Café com Poemas no Brasil, bem como projetos de leitura e literatura nas escolas públicas e particulares na Bahia e no Brasil, publicação de livros, dentre outros.
Os escritores brasileiros, agradecem a Celeste Farias e a comunicadora e apresentadora Isabel Mosquera, por nos proporcionarem momentos importantes para a nossa carreira no cenário Internacional.

Confira o vídeo:

 

Dónde mirar “Conversando con Isabel”: SEÑAL TELSUR CANAL 53 ESTÁNDAR Y 831 HD SEÑAL NUEVO CABLE CANAL 16 SEÑAL MUNDO TV CANAL 798

Visite:

https://web.facebook.com/Conversandoconisabel.cl?_rdc=1&_rdr

Visite:

https://www.youtube.com/@IsabelMosqueirajara-MSQ

A PÁSCOA DE JESUS

Para os cristãos católicos,
Passagem da morte para a vida
Cristo venceu o pecado do medo.

Ressurreição no pão,
Ao salvar o seu povão
Do pecado humano da ambição
E daqueles que ignoram o perdão.

A páscoa da caridade,
Da necessidade é da saudade
Páscoa da misericórdia e da verdade
A páscoa da integralidade e da sociedade.

A páscoa da fé e da espiritualidade,
A páscoa do amor, do carinho e da bondade
Da honestidade e da fraternidade
Do comércio e da criatividade.

A páscoa da criança e da perseverança,
A páscoa da família e da infância
Da solidariedade e da esperança
A páscoa de Jesus e sua liderança.

Antônio Santana,
Escritor e poeta.
Condeúba – Bahia

FESTA DA CONSCIÊNCIA NEGRA EM SAUBARA – BAHIA

A Prefeitura Municipal de Saubara através da Secretaria Municipal de Igualdade Ético – Racial, realizou no último final de semana sábado e domingo, 26 e 27 de novembro de 2022, a culminância do Projeto: Igualdade Oportuniza e Você Realiza, organizado pela secretária da pasta, a Professora Maria de Lourdes, popularmente conhecida como Lourdinha.
O evento teve início na tarde do dia 26 de novembro de 2022, às 14: 00 horas, com uma excelente exposição de feira de artesanatos, comidas típicas, bem como a participação do filho ilustre de Saubara, o professor, escritor e poeta ANTÔNIO SANTANA, que realizou uma tarde de autógrafos com o livro: SAUBARA EM POESIAS E PROSAS, para convidados e populares que visitavam o espaço da feira.
No dia 27 de novembro de 2022, às 20: 00 horas, foi a vez do desfile da Beleza Negra, nos gêneros masculino e feminino, que contou também com diversas atrações artísticas, musicais e culturais além do grande show do cantor e compositor JAU, que fechou à programação com muita música, muito axé, maestria e brilhantismo.

Os meus sinceros agradecimentos a todos os saubarenses pelo carinho!
A Saubara está de parabéns!

Antônio Santana,
Escritor e poeta

 

DITADURA DEMOCRÁTICA NO BRASIL – ANTÔNIO DA CRUZ SANTANA

No Brasil, vivemos em um tempo sombrio e de constantes ameaças ou
ataques à democracia brasileira conquistada com muita luta e esforço por heróis
do passado e do presente. Para ilustrar e refletir um pouco mais acerca do texto
recorre-se ao filósofo Antonio Negri, onde ele diz que todas as transformações
que a sociedade tem sofrido, especialmente ao longo do século XX, tornaram
pouco úteis os conceitos clássicos da política. Sua tese central é de que, com a
consolidação do processo de globalização nas últimas décadas daquele século, a
noção de soberania centrada no Estado-nação declinou.

Para ele, assim como para outros filósofos contemporâneos, já não vivemos
a era moderna, e sim uma fase posterior, a pós-modernidade. Apesar de haver
cada vez mais riquezas circulando mundialmente, a desigualdade econômica e os
problemas dela decorrentes muitas vezes foram ampliados. Antonio Negri afirma
que o império não nasce da intenção de alguém ou algum grupo. O império vai se
construindo aos poucos, nos movimentos do jogo político das instituições sociais.
Em outras palavras, o império não é um organismo que se coloca além do
conjunto social, organizando-o e gerindo-o; ele brota do próprio meio social.

Na visão do escritor e poeta Antônio Santana, amar o Brasil, morar no Brasil
e ter orgulho de ser brasileiro\brasileira está cada dia mais complicado. Porque
quando se faz críticas a um determinado governo, instituição, entidade ou
segmentos da sociedade brasileira algumas pessoas dizem que somos
antidemocráticos ou opositores a uma determinada ideologia de qualquer
natureza. Entretanto, existe a ditadura democrática para aqueles\aquelas que
circulam dentro e fora da estrutura do PODER POLÍTICO, que compartilham das
arbitrariedades que porventura surgem naquele espaço o qual poucos fazem parte
das (chamadas panelinhas de governos), ou seja, aqueles\aquelas que se
calam por conveniências pessoais. Contudo, em outros segmentos desta mesma
sociedade, não existe muita diferença quanto ao tratamento no que pode e no que
não pode falar publicamente para não prejudicar a imagem “dos Poderosos”, nos
seus respectivos tronos passageiros no Brasil.

Vale ressaltar, que vivemos ora em um Estado Democrático de Direito, bem
como em outros momentos, em uma democracia ditatorial onde não podemos
nos manifestar ou falar certas verdades que muitas vezes não querem ou não
gostam de ouvi-las. No Brasil, infelizmente ainda vivemos à sombra do
coronelismo esquemático e sistemático que alimentam muitos vícios,
principalmente, o do silêncio. Que às vezes, o não falar significa respeitar e
concordar por medo de se posicionar perante uma tomada de decisão errada ou

equivocada do “chefe”, onde o cidadão é pressionado ou ameaçado a concordar
com o erro ao invés de denunciá-lo à Justiça.

Sendo assim, é mais do que necessário enquanto cidadãos e cidadãs, rever
os nossos conceitos no que diz respeito à palavra DEMOCRACIA, bem como
onde ela inicia e termina na vida em sociedade e de que maneira nós nos
comportamos no seu exercício no território brasileiro. É urgente buscarmos esse
entendimento para não corremos o risco de matarem os nossos sonhos, as nossas
ideologias, impedir a nossa liberdade de expressão, o nosso direito de ir e vir, e o
retrocesso do livre direito de escolha por meio do voto secreto e direto na urna
eletrônica.

O Brasil, não merece voltar ao passado!

Antônio Santana
Escritor e poeta
Condeúba – Bahia

Lançamento do livro ”O poetizar de um novo amanhecer” de Antônio Santana

Aconteceu, no último dia 26 de fevereiro, o lançamento do tão aguardado livro do poeta condeubense, Antônio da Cruz Santana, ”O poetizar de um novo amanhecer: a poesia mais perto de você.” O livro, que foi produzido pela editora Novos Sabores Publicações, inicialmente era para ser lançado em janeiro, mas devido ao aumento dos casos de COVID/19 teve que ser adiado.

Mas, enfim… aconteceu! Foi no salão nobre da Câmara Municipal de Condeúba e teve participação de autoridades locais, amigos, leitores, admiradores desse poeta que faz a poesia acontecer, independentemente de qualquer situação.

Santana é um poeta atuante. Está sempre produzindo os seus versos, seja de forma independente ou através de coletâneas. É coordenador do Movimento Cultivista Café com Poemas (mentoria Condeúba), no qual, é um líder incansável na busca do cultivo à poesia, à arte, a literatura.

”O poetizar de um novo amanhecer: a poesia mais perto de você” é o segundo livro de Antônio Santana, (O primeiro foi “O Tempo, o Vento e a Espera”) a ser lançado pela Editora Novos Sabores e tem o prefácio da professora Regina Célia N. V. Carvalho. Como diz a prefaciante: “O Poetizar de um novo amanhecer” é um livro que fala “do amor e da durabilidade desse amor; admiração pela mulher de todas as raças e de todas as cores, simplesmente mulher; da vida como ela é; da natureza; como um rio; da distância que nos separa; saudade que aperta, dói, machuca, mas que ajuda crescer; da amizade verdadeira; do dia e da noite e cantar a beleza da vida, mesmo com o coração carente;” Enfim, é um livro que traduz os diversos cenários que circundam o universo desse poeta que está sempre próximo de sua inspiração! Vale a pena conferir (Clique aqui para conhecer mais sobre essa obra!

Confira também o depoimento do professor Agnério Evangelista, autor do livro: “Condeúba, sua história, seu povo” (clique no link para conhecer a obra)

Parabenizo ao poeta Antônio Santana pelo lançamento de um novo livro de poesia. Já começou acertando no título: “O Poetizar de um Novo Amanhecer”. Meus parabéns. Mais uma boa obra para enriquecer nossa cultura local. Tive a honra de compor a mesa das celebridades especiais. Observo que o poeta está mais amadurecido e seus textos mais bem condensados e significativos. Belos poemas, dentre eles, destaco: “A vida é como”, recomendo sua leitura, pois é um texto reflexivo.  Nele, o poeta fala da vida humana nas suas luzes e sombras.

A vida é como o canto suave de um passarinho.  Trata-se da vida natural, tal qual, Deus nos deu a cada um de nós, devemos, portanto, valorizá-la. A vida é como chuva forte que cai sobre a terra, segue-se ainda o percurso natural das coisas e das benesses divinas.

A vida é como beijo que acontece sem paquera numa clara evidência do amor ágape e não platônico.  Da fartura na mesa sem pobreza e sem miséria, com a qual devemos ser solidários com os mais carentes.

O poeta dedica versos à preservação do Meio Ambiente, à floresta amazônica, à não proliferação de males e doenças e alerta para a falta de ação do Poder Público.

A responsabilidade sobre a vida na terra é de todos nós, porém as sombras da peste, da fome e da guerra continuam a nos perseguir. Estamos saindo de uma luta contra a covid-19, e o homem, inquieto, irracional já começa outra guerra pelo poder bélico.

E assim, o poeta aponta que a vida é complexa, cheia de males, decepções e alegrias. Encontramos no Criador, a força, a esperança para a felicidade.

 

 

Quer saber mais informações, visualizar as fotos do evento? Visite o blog Folha de Condeúba

Homenagem às mães pela passagem do seu dia

MÃE

Um ser de extrema admiração,
Uma mulher que tem o mundo em suas mãos.
Figura importante na tomada de decisão,
Que nunca nos deixa em momento algum na mão.

Mãe da eterna gratidão,
Mãe da resignação.
Que sempre nos proporciona o incansável perdão,
Mãe do amor, do carinho e da atenção.

Mãe que passa por dificuldade e chora,
Mãe que também se apavora.
Mãe que não sabe esperar a sua hora,
Mãe que por um filho pede esmola.

Mãe que tem a sua história,
Que se inspira no Deus de Nossa Senhora,
Mãe que abraça o dia e nos mostra aurora.
Mãe que nunca um filho explora.

Antônio Santana
Professor, escritor e poeta.
Condeúba – Bahia

Antonio Santana
é também Coordenador
do Mov. Café com
Poemas em Condeúba/BA

Antonio Santana é também Coordenador do Mov. Café com Poemas em Condeúba/BA

Antônio da Cruz Santana nasceu na cidade de Saubara, na Região do Recôncavo Baiano, em 9 de abril de 1971. Em sua cidade natal, fez o curso primário, na Escola Estadual Professor Caio Moura, e o ginásio, no Centro Educacional Cenecista de Saubara.

Leia mais…

Entrevista – Dez perguntas para um candidato a vereador em Condeúba

4.7kviews

As eleições municipais vêm chegando e, com isso, surge a necessidade de conhecer as propostas dos candidatos a vereador no município de Condeúba.

Apesar do pouco tempo que falta para as eleições deste ano, abrimos um diálogo com os representantes a cargo eletivo do referido município. E nossa primeira abordagem vai ser com o candidato Antônio Santana.

Professor, poeta, escritor, Antônio da Cruz Santana nasceu na cidade de Saubara, na Região do Recôncavo Baiano, em 9 de abril de 1971. Em 2005, mudou-se para

Condeúba/BA, onde graduou-se em Pedagogia pela Faculdade Internacional de Curitiba – FACINTER. Nessa mesma cidade, fez pós-graduação em Gestão do Trabalho Pedagógico: supervisão e orientação escolar – EAD Lato Sensu e lecionou as disciplinas de História e Geografia no Ensino Regular e no Projeto – EJA (Educação de Jovens e Adultos), na Escola Estadual Tranquilino Leovigildo Torres. Nas eleições municipais de 2004, concorreu pelo PTC (Partido Trabalhista Cristão) ao cargo de vereador do município de Saubara/BA. Em 2008, também pelo PTC, concorreu ao mesmo cargo no município de Condeúba/BA. Cursou Teologia pela Diocese de Caetité/BA.

Participou do XXII Curso de Verão promovido pelo Centro Ecumênico de Serviços à Evangelização e Educação Popular (CESEEP) – PUC-SP, em janeiro de 2009, e do XXIII, em 2010. Lecionou Língua Portuguesa e Literatura Brasileira no Colégio Estadual de Condeúba, curso Ensino Médio, no período de 2010 a 2013. Exerceu a função de Vice-diretor na escola Municipal Eleutério Tavares, nos anos de 2013 e 2014. Participou, em 2015, do curso de

Capacitação para auxiliares das bibliotecas públicas da Bahia, realizado pelo Instituto Anísio Teixeira ISEC-BA; É membro-conselheiro do Conselho Municipal de Saúde de Condeúba-Ba e presidente do Conselho Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente de Condeúba (BA). Suas poesias “Amor do Sertão” e “Condeúba Terra Boa” rendeu-lhe homenagem da Câmara Municipal de Vereadores de Condeúba/BA, em votação plenária do dia 16 de maio de 2007, com a Moção de Congratulação.

Antes de iniciarmos a entrevista, gostaríamos de deixar aberta também a possibilidade (convite) para outros candidatos ao cargo de Vereador poderem também se manifestar e responderem as mesmas perguntas direcionadas ao Candidato Antônio Santana. As perguntas foram retiradas com bases em outras entrevistas e de debates pertinentes às demandas políticas locais.

 

Perguntas:

1. Candidato, por que o senhor quer ser vereador?

R: Quero ser vereador para me comprometer em cumprir o papel do vereador de fato de legislador, de fiscalizador do Poder Executivo e propor projetos de lei que não onerem os cofres públicos do Município de Condeúba.

2 .  Qual será realmente a sua área de atuação? A quem o senhor representará de fato na política de Condeúba?

R: Pretendo, se eleito for, atuar nas áreas de Educação e de Cultura do Município. Agora, vou priorizar duas categorias que normalmente andam esquecidas que são: os adolescentes e os jovens com relação às políticas públicas como arte, cultura, desporto e lazer.

3. O senhor já tem um Projeto de Lei para apresentar nos primeiros dias de mandato? 

R: Um projeto pronto não. Eu tenho um esboço de um Projeto Musical Cantando na Praça, com o objetivo de valorizar os artistas do nosso município, e ao mesmo tempo, promover renda para pessoas do ramo comercial, bem como alegrar as nossas tardes e noites de sábado e domingo da cidade e também da zona rural.

4. O senhor faz campanha com dinheiro público, recursos próprios ou doação de pessoas físicas? Quanto deverá custar a sua campanha?

R: Estou fazendo esta campanha com muita dificuldade justamente por falta de dinheiro. Investir inicialmente R $ 200,00, e posteriormente recebi do Fundo Partidário pelo PSOL por meio de propaganda de santinhos. Sem veículo e sem condições financeiras, fiz grande parte da minha campanha caminhando pelas ruas e casas do centro da cidade pedindo votos.

5. O que o senhor pensa sobre a questão do meio ambiente para a cidade de Condeúba? Tem alguma proposta nesse sentido?

R: Penso que devemos cuidar das nossas matas, dos nossos rios, açudes e lagos para preservá-los e conservá-los como parte importante da natureza e para a sustentabilidade de gerações futuras de Condeúba.

PROPOSTA:
Criação de um Projeto de Lei Municipal de arborização e reflorestamento de todo o território municipal, aonde houver locais de desmatamento de matas e florestas devastadas pela ação humana.

6. O que Condeúba tem de melhor? E o que ainda falta melhorar, na opinião do senhor?

R – Condeúba tem de melhor: a hospitalidade e o acolhimento do seu povo. Falta melhorar em muitos aspectos, mas em especial a forma de Pensar e de Fazer POLÍTICA. Aqui, infelizmente, ainda se pratica um Sistema Político Oligárquico de perseguir, excluir e marcar pessoas quando se posicionam contrárias as ideologias do Gestor Municipal.

7. Sabemos que na questão cultural, Condeúba sempre foi uma cidade atrativa, com um produto artístico muito diversificado, com pessoas e artes a serem exploradas, porém, como a maioria das cidades pequenas, a cultura nunca foi o foco principal de motivação política. Como o senhor enxerga essa questão?

R: Sabemos que todo gestor público têm as suas prioridades, é claro que a cultura, não somente em Condeúba, como também em nível de Brasil, não se dá o merecido valor. Agora, espero, se eleito for, lutar por investimentos das políticas públicas, acima relacionados não por um favor do prefeito municipal, mas por um direito constitucional na aplicabilidade dos recursos destinados à cultura.

8. Qual a sua visão sobre a áreas sensíveis e de fundamental importância como a saúde, educação, infraestrutura? Por exemplo, é uma vergonha uma cidade como Condeúba em pleno século vinte um, ainda não ter uma rodoviária. Um lugar apropriado para embarque e desembarque, sujeitando-se às pequenas agências, onde pessoas e objetos se aglomeram em lugares inapropriados, sujeitos a todos os tipos de riscos e desconforto. O senhor pretende apresentar propostas nesse sentido? Ou até mesmo abrir audiências públicas para se buscar a viabilidade de propostas como essas?

R: Acredito que esta é uma questão de extrema necessidade para os usuários do transporte público de Condeúba. Irei me empenhar e lutar para que o mais breve possível a prefeitura possa construir esta rodoviária. Penso até mesmo que se dispensa audiência pública pela urgência, é claro que eu não sou contrário à convocação da mesma.

9. Candidato, diferente da politicagem que é a parte podre, onde as pessoas usam da política em benefício próprio ou de outrem. As pessoas, principalmente os jovens, precisam se inteirar da pratica saudável de fazer política, a começar que esta, nada mais é, do que o ato de escolher, exercer, cobrar, pensar. Porque se deixarmos o barco correr, pessoas oportunistas, ultrapassadas, politiqueiras sempre farão partes desse cenário e as coisas continuarão sempre do mesmo jeito. Qual a sua visão sobre a participação política em uma cidade como Condeúba?

R: Para mim, é sempre um desafio muito grande participar de um pleito eleitoral, por vários motivos:
O primeiro motivo é o financeiro, que infelizmente ainda dita a regra suja do jogo da troca e da compra de votos.
O segundo motivo é talvez o pior que é a falta de politização do nosso Povo que ainda define o VOTO não como um direito democrático, mas sim como um pagamento de favores intermináveis a determinado candidato (a) a vereador ( a) que infelizmente acontece em todo o município de Condeúba, inclusive no pensamento de alguns jovens que ainda acompanham a orientação política de seus pais.

10. Para concluirmos gostaria de perguntar qual a função de um vereador?

R: De acordo com a Lei Orgânica Municipal ( Promulgada em 1 de novembro de um 2018), no Art. 25.Cabe à Câmara Municipal, com sanção do prefeito, dispor sobre todas as matérias da competência do Município, especialmente sobre:

IX. Julgar anualmente as contas do prefeito e apreciar os relatórios sobre a execução dos planos de governo;

XI. Fiscalizar e controlar, diretamente os atos do Poder Executivo, incluídos os de administração indireta;

XIII. Apreciar os atos de concessão ou permissão de serviços de transportes coletivos; dentre outras atribuições do ( a) vereador ( a).

PROPOSTAS:

Na Educação, lutar por uma remuneração digna para todos os professores e demais profissionais da educação do município;

Na Saúde, lutar sempre pela melhoria do atendimento médico, hospitalar e sanitário da população condeubense;

Na Cultura, reivindicações através de requerimentos ao Poder Executivo para a construção de um Centro Cultural com o objetivo de concentrar todos os pequenos e médios eventos de arte, dança e música, bem como a construção de um Ginásio de Esportes para uma prática esportiva com liberdade, conforto e segurança para atletas e profissionais da área.

 

Deixe aqui suas propostas e mensagem final.

 

R – A mensagem que eu deixo é de as eleições ocorram na maior transparência possível. Que o povo não só faça como promova justiça nas urnas eletrônicas no próximo domingo, 15 de novembro de 2020. Espero que saíamos vencedores, Ângela Cruz para Prefeita número 40, e o Professor SANTANA, vereador número 50888.
Muito obrigado, Leandro Flores pela oportunidade de ser entrevistado.

 

Nós que agradecemos, cadidato! E desejamos boa sorte! 

Mais uma vez, ressaltamos que o espaço, neste blog, está aberto também para outros candidatos a vereadores (no Município de Condeúba, nas eleições de 2020) que queiram se manifestar e apresentar suas propostas, seguindo a mesma dinâmica de perguntas oferecidas para esta entrevista.