Sobre o projeto

Compartilhe à vontade!

O “Café com Poemas” tem como busca, o equilíbrio entre a promoção da cultura, seja, através de projetos sociais que visam agregar poetas e poesia em um movimento de identidade sociocultural e educacional, seja em atividades em outros ramos de atuação, como organização de eventos, serviços editoriais, jornalismo, design, culinária, etc.

Ou seja, o Café com Poemas é um “guarda-chuva” para diversas atividades culturais, artísticas e educacionais, além das publicações editoriais, entretenimento e mídia.

Movimento Cultivista Café com Poemas

Logo do Movimento Cultivista Café com Poemas

O Movimento Cultivista Café com Poemas, uma das suas ramificações, nasceu em 2013, numa iniciativa dos poetas Leandro Flores e Celeste Farias e se fortaleceu através doManifesto ao Cultivismo, produzido em 2015, na cidade de Belo Horizonte/MG.

O Manifesto é o resultado de alguns encontros, debates, estudos e pesquisas acerca da cultura e da arte CONTEMPORÂNEA no Brasil. São dez itens com sugestões e posicionamentos sobre o que os seus membros (artistas, ativistas culturais e simpatizantes) acreditam e referenciam como importantes para o Movimento (ao Cultivismo) Café com Poemas, arte e cultura em geral. A intenção é levar, através dos compromissos firmados peloManifesto ao Cultivismo, o sabor da arte e da cultura a todos os interessados.

Prezando, sempre, pela união, compreensão, inclusão, debate, respeito e fortalecimento sociocultural de todos os seus CULTIVADORES. A poesia (como mensagem) será sempre a mais bela ferramenta de lapidação.

Nessa perspectiva, qualquer pessoa (desde que se apresente com os mesmos ideais) pode se integrar ao MOVIMENTO, representando, divulgando, cultivando e semeando a poesia, através de encontros, bate-papos, saraus, contribuições em geral.


“Movimento Café com Poemas é a nossa mesa. Sente-se e saboreie à vontade, sem nenhuma moderação.”


Tópico – 1: Os quatro pilares;

Tópico – 2: O Sentido da Poesia;

Tópico – 3: Polimentação Artística;

Tópico – 4: Significados: artista, poeta e escritor – transcendência e personificação;

Tópico – 5: Arte contemporânea e suas artificialidades conjuntivas de significados;

Tópico – 6: Responsabilidade Política do Artista;

Tópico – 7: Objetividade Poética e Artística;

Tópico – 8: Modernidade e aparato tecnológico como forma de universalização cultural;

Tópico – 9: Inclusão Cultural e Artística;

Tópico – 10: Redescobrimento e expressividade cultural no Brasil;

Sobre as Instruções e objetivos:

O Movimento Cultivista Café com Poemas tem o objetivo de fomentar a arte, a poesia e a interação social. Os encontros são realizados da seguinte maneira:

– Eventos em locais específicos (academias, centros culturais, livrarias, auditórios, etc.). Ou parcerias com outros projetos (órgãos públicos ou outras instituições).

– Informais (praças, clubes, ao ar livre, de casa em casa, ruas, bares, etc.)

Sobre os eventos: Os encontros informais

Não seguem uma determinada cronologia de ordem programática (ex.: apresentações culturais, educacionais ou artísticas); não dispõem de regras especificas, nem de uma organização formal de apresentações. A poesia é livre e acontece de maneira inusitada e espontânea.

O principal intuito desse tipo de encontro é a interação social, a degustação poética e culinária, o fortalecimento de relações de amizade, a revelação de novos talentos, a polimentação artística, as composições coletivas, o improviso, etc. Tradicionalmente, esse tipo de encontro produz bate-papo (conversas informais) sobre todo e qualquer tema, confraternização (Ex.: um café, uma feijoada, um almoço, etc.), recitais, brincadeiras, pequenas apresentações, etc.

Eventos em locais específicos:

Seguem uma determinada cronologia de ordem de natureza formal. Ou seja: com data e local definido. Geralmente os encontros são realizados em auditórios, salões, livrarias, academia de letras, colégios, faculdades, clubes, etc. As atividades vão desde aos tradicionais saraus poéticos, aos lançamentos, palestras, apresentações culturais, shows, conferências, oficinas, etc. A programação e a temática dos eventos em locais específicos variam de acordo com a organização e a proposta do projeto a ser apresentado e podem ou não serem gratuitos (abertos ao público).

Sobre as programações:

As abordagens são feitas de acordo com cada evento, organização, projeto ou momento. Não há uma especificidade do que deve ou não ser trabalhado. Porém, nos encontros informais, tradicionalmente, são feitas:

Polimentação Artística

Polimentação vem de “polir”, lapidar. A melhor definição da palavra está em Confúcio: “Estudar é polir a pedra preciosa; cultivando o espírito, purificamo-lo.”. Nesse sentido, a polimentação molda a poesia e o poeta, tornando-o um objeto da mensagem e da edificação poética personificada.

São várias as etapas e processos de polimentações. Em um sentido amplo, a polimentação refere-se ao processo de transformação através da arte, da poesia, da literatura, etc. Esse processo acontece naturalmente com o envolvimento no projeto ou de maneira acompanhada, assistida, lapidada, seja em oficinas, workshops ou em laboratórios literários. Exemplo, nos encontros geralmente tem o momento dapolimentação poética que consiste em examinar, analisar criticamente, numa espécie de laboratório, onde todos os participantes do evento (preferencialmente poetas ou mestres de literatura) colocam os seus “escritos a prova”. Leva-se em consideração a poética do texto, a característica, a intenção e a técnica utilizada de cada composição. Depois, o processo se repente entre todos os participantes.

Composições coletivas

Poemas produzidos em grupo. Variam de acordo com o número de participantes; podem ser a quatro mãos, a cinco mãos, a seis mãos e etc.

Crônicas dos eventos

É recomendável que sempre após um evento seja feita uma crônica, um comentário ou foto que descreva os principais acontecimentos do encontro, o projeto do Movimento Cultivista Café com Poemas e publique nas redes sociais.

Visite:

Comentários